A HISTÓRIA DO

Um Clube com muita História

 1973 

"O clube tinha crescido,

a casinha da 5 de Outubro mal conseguia aguentar o formigueiro de gente que assaltava todos os sábados e quase rebentava com ela!"

No final de 1973 nasceu o Clube Darca.

Em 1975 mudou-se a casa!

No nº5 da Av. Professor Aníbal Bettencourt estava finalmente instalado o Clube Darca.

Estes anos estão também assinalados como o tempo de espetaculares Concursos de Culinária e dos Cursos de Gestão da Casa.

Em 1976 começaram

os Campos de Trabalho,

que duram até hoje: uma boa temporada das férias de Verão dedicada a montar, em zonas rurais ou urbanas mais carenciadas, uma série de atividades em benefício da população local.

Mas a solidariedade não se manifestava só nas férias:

as visitas a pessoas necessitadas ou doentes, para lhes fazer companhia ou prestar qualquer serviço, estiveram presentes desde o início do Darca.

Violas, cadernos de canções e muita criatividade musical.

O 1º Festival Darca foi em 1979. Foram anos de sucesso.

Os anos 80 foram muito culturais para o Clube Darca: a Biblioteca começa a ter a sua fama e a darc'ler, novos livros e catalogações.

Surgiu o nosso jornal O Darkitu - o nome quer dizer: Darca e tu!

No ano 1993 o Darca esteve pela primeira vez em África, com o Projeto Cabo Verde, com um trabalho que ainda subsiste e tem mostrado muito impacto social ao longo dos tempos.

É nesse mesmo ano que o Clube Darca recebe a declaração de Utilidade Pública.

Em 1994, o Darca teve a honra de se ver entre as cincos instituições europeias candidatas ao Prémio Alcuin - um prémio da associação Europeia EPA (European Parents Association).

Em 1998, para festejar os 25 anos do Clube Darca, as associadas e os pais ofereceram a primeira ligação à Internet.

Hoje

A Missão mantém-se!

Galeria de muitas  histórias